Antes de desistir, lembre o quanto quer chegar ao topo!

Toda vez que a gente coloca alguma meta na nossa vida, seja na saúde, no trabalho ou em qualquer outra área, a tendência é que comecemos o novo com energia total e, com o passar do tempo vamos desanimando até que paramos de fazer o que precisa ser feito para atingirmos nosso resultado esperado.
Isso é comum, mas não pode ser normal. Entenda que a diferença é sutil, mas o normal é que sigamos todos os dias em busca dos nossos desejos, um passo de cada vez, um milímetro todo dia. Mas então, o que é preciso fazer para pararmos de desistir no meio do caminho?
Primeiro é importante entender o que faz a gente desistir de alguma meta no meio do processo, para então agir em cada um dos pontos. Vamos lá?!

  1. Sua meta é muito audaciosa e grande – olhar para um objetivo extremamente desafiador pode fazer você desanimar pelo simples fato de ele estar distante. Traçar metas menores com prazos mais curtos pode te dar o gás que você precisa. Toda vez que você atinge uma dessas micro-metas, automaticamente você se motiva a conquistar a próxima e comemora. Isso te dá sensação de estar sempre realizando e, realizar é viciante…heh. Ao invés de, por exemplo, falar que vai emagrecer 10 kg até dezembro, experimente dizer que vai emagrecer 1,5kg por mês. Parece mais fácil, não é?
  2. Querer abraçar o mundo ao mesmo tempo – Implantar novos hábitos não é nada fácil e pode ser extremamente cansativo, imagine então querer implantar um monte de novos hábitos de uma só vez?! Pense assim: você quer emagrecer, então acorda plena na segunda-feira disposta a comer apenas comidas saudáveis, fazer 1:30h de atividade física e dormir 2h mais cedo todos os dias. Quanto tempo você acha que vai conseguir fazer tudo isso, saindo do zero? Eu diria 2 dias, sendo bem otimista! Você simplesmente não vai dar conta de mudar tudo de uma vez e, com certeza, vai largar tudo achando que essa vida não é para você. Para que você consiga mudar seus hábitos é preciso ir devagar. Trocar uma refeição do dia por uma mais saudável por uma semana, depois trocar duas, até que você esteja segura para escolher se alimentar de produtos mais naturais em todas as refeições. Começar a fazer atividade física por 20 minutos, 2 vezes na semana, depois 3, até que passe a fazer todos os dias e, depois aumente o tempo para 25 minutos, depois 30, e assim por diante. Sair do zero ao 100, além de cansativo, não traz a constância necessária para você ir se adaptando a uma nova rotina até que ela vire sua vida de fato.
  3. Se compara com quem já está lá na frente – Não adianta você se comparar com quem já conquistou o que você quer. Você pode se espelhar nessa pessoa, entender o que ela fez para chegar lá, mas nunca se compare com ela. Você precisa se comparar com você mesma! Olhar você ontem e saber que hoje pode ser 1% melhor. Cada um tem uma história de vida e honrar a sua faz você se tornar dona do seu próprio caminho.

Seja protagonista da sua própria vida. Aja a seu favor. Queira estar um pouco mais perto, todo dia, de quem você quer ser. Esteja pronta para escolher a sua jornada!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s